VÍDEOS
Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as informações sobre nosso movimento.




O Futuro das Instituições Financeiras - Episódio 1 - Machine Learning

Nessa nova série, traduzida pelos Tradutores de Direita, vamos abordar alguns dos principais paradoxos apontados pelos críticos do capitalismo e, como o livre mercado vem se reinventando com o auxílio da tecnologia, encontrando soluções cada vez mais brilhantes.

O apresentador, Jim Kittridge, passou sua carreira ajudando as instituições financeiras a compreender o o impacto da tecnologia sobre seus negócios. Gartner se refere a ele mesmo como um inovador serial. Ele trabalhou em cinco das maiores instituições financeiras do mundo em uma variedade de papéis, desde a concepção de um sistema global de transações bancárias até o lançamento de um dos mais bem-sucedidos canais de e-commerce voltada para as tecnologias de ponta.

Ludwig Von Mises classifica as teorias monetárias a partir da dicotomia cataláctica e acataláctica. A teoria monetária cataláctica explica os fenômenos monetários por meio das leis que regem as trocas no mercado. É por meio dos intercâmbios de mercado que o dinheiro “surge” e, portanto, é pela lei da oferta e demanda que seu valor ou poder de compra é determinado. Com relação as teorias monetárias acatalácticas, a Teoria Estatal da Moeda, de Georg Friedrich Knapp, é uma das mais proeminentes entre os intelectuais de esquerda. Segundo ela, o valor da moeda é derivado de decreto governamental, em outras palavras, seu poder de compra é estabelecido por lei.

Na primeira grande obra de Mises, Teoria do Dinheiro e da Moeda Fiduciária, aprendemos a usar o teorema de regressão para analisar e compreender a origem e o valor do dinheiro. Segundo esse teorema, é impossível qualquer tipo de dinheiro surgir já sendo um imediato meio de troca, ou seja, um bem só pode alcançar o status de meio de troca se, antes de ser utilizado como tal, ele já tiver obtido algum valor como mercadoria. 

Ao longo da série, revisitaremos essas teorias, sob à luz das novas tecnologias, em busca de soluções para problemas relacionados ao capitalismo de compadrio, que acaba por criar metacapitalistas que trabalham contra o livre mercado em conluio com governos totalitários, com o objetivo de dificultar ao máximo livre concorrência visando a preservação de seu status-quo.

Nesse primeiro episódio, Jim traça um panorama atual das instituições financeiras, demonstrando seus principais desafios e as soluções tecnológicas mais promissoras que ajudarão a superá-los.

Nota: O curva de Hype é uma representação gráfica desenvolvida pela empresa Gartner Inc para representar a maturidade, adoção e a aplicação social de determinadas tecnologias.

Tradução: Renan Poço
Revisão: Rodrigo Carmo

Visite: http://tradutoresdedireita.org

Vídeo original: https://www.youtube.com/watch?v=KIa1F...
Video legendado no Facebook: https://www.facebook.com/tradutoresde...

We thank Jim Kittridge from Future Bank Today
Visite também: http://www.futurebanktoday.net/

+ notícias



Compartilhe isso: